terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Meu Spa


Li em algum lugar que o significado de Spa seria sanna per acqua, ou cura pela água.
Se está certo, não sei, mas acho que tem tudo a ver... A água é, pelo menos para mim, um poderoso remédio. Um banho de mar, um simples escalda pés, a água quente do chuveiro caindo nas costas, até a água gelada que me acorda pela manhã dizendo " bom dia Joyce, mais um dia para ser feliz!". Ou o copo que me mata a sede (das que só água pode matar...)
Mas tenho uma outra teoria - que só pode sair dessa cabeça que, ultimamente, teima em ver só a parte boa das coisas: Sanna per Amore. Falo de um amor maior, pela gente e pelos outros, esse amor que nos mantém vivos e atentos. Mas falo também de um amor mais contido, mais íntimo, mais nosso, mais pulsante, vivo. Aquele que nos faz rir sozinhos, sem motivo aparente ( pelo menos ao mais desavisados...), que faz nossa mente voar, que nos faz sair do prumo, da ordem "normal" das coisas. Aquele que nos faz acreditar que estamos vivos, que devemos, sim, ser felizer e inteiros, sempre, e não só nas ditas ocasiões especiais.
Que 2009 me traga muito disso tambem, não custa pedir, rsss.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Mundo dos Ps...

Muita gente perguntando o porque de minha mensagem no orkut sobre ser 2009 o meu ano dos "Ps"... e é tão simples, vejam:
Paciência, Pensamento Positivo, Planos, Perseverança, Prosperidade.
Sem isso não vou alcançar as tantas e tantas coisas ( e não são poucas...) que quero para mim no Ano Novo. E ele vai ser assim, Novo mesmo, tenho certeza...
E vou mais além: quero Prazer também ! Porque redescobri que se pode - e deve - ter prazer nas coisas que se faz. Sendo enfática, sendo mais Joyce ainda, diria Tesão! Tenho notado que ponho pra frente, corro atrás, me empenho, batalho mesmo, pelas coisas que me dão Tesão, sejam elas em que plano forem: trabalho, estudo, leitura, escrita, pessoas...
Pena que Tesão não comece com P.... mas tem tanta coisa ainda, linda, que vou descobrir...basta estar com olhos e alma beeeem abertos. Sempre. E estou...

domingo, 28 de dezembro de 2008

Vida de cão?


De férias, na praia, uns dias meio "sabáticos", meio far niente... mas a cabeça, óbvio, continua a mil!!!! Praia, vendo o sol nascendo e se pondo, caminhadas silenciosas com os pés na areia gelada da manhã, vento refrescando o rosto, reflexões ao som do mar... uma dormidinha aqui, um apagar de pensamentos ali, uma comidinha trivial, muita água. E muita, muita leitura! Me pego pensando como a vida pode ser simples, leve, suave... a gente é que complica! Porque não pequenas férias em pleno dia-a-dia? Porque não um sorvete no meio da tarde? Um cinema na últiam sessão de segunda? Ou um telefonema no meio do expediebnte para uma amiga para rir e refrescar as idéias? Porque estas coisas simples nos parecem tão proibitivas?
Isso (re) aprendi este ano, em como a vida pode ser simples, bem vivida. Basta umas risadas bem soltas ao longo do dia, dar ou receber colo quando estiver precisando, ou satisfazer pequenas vontades na hora que vierem - como roubar um beijo "fora de hora", comer rosca no meio da tarde ou pastel feito em casa...mesmo que seja às 11h da noite!!! Porque deixamos o NÃO ditar tantas regras?
Presto atenção no meu cão nestes dias e vejo que eles, os cães, é que sabem viver.... são livres, fazem o que dá na telha, fazem o que querem, a qualquer hora, no seu tempo. Ai, pergunto: quem, realmente, tem vida de cão?



sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Comer, rezar, amar


Não sou muito de ler livros da moda, mas esse - Comer, Rezar, Amar, de E. Gilbert - me cativou, me chamou feito um imã...e li. Devorei, na verdade.
Queria ter escrito. Tem um palavreado livre, simples, sincero. E uma história de vida idem. Mostra 3 facetas de uma mulher verdadeira, sem meias palavras, sem meios atos. E tem muito - muito mesmo ! - a ver com meu presente (que está sendo, literalmente, um presente, desses lindos, envoltos em papel dourado e laço vermelho...). Vou reler. Degustar. Encher de marcações pessoais.
Não vou doar, nem emprestar, nem deixar olhar. Por enquanto não! Até que apareça outro e ele perca seu valor, seja esquecido em alguma gaveta...como "quase" tudo na vida.
Mas está mais para ganhar um espaço de destaque, feito aquele amor que vem e vai e povoa nossa mente vez por outra, sem avisar...e que não sai da prateleira das recordações, nunca... nem que se queira...

Feito abraço


Esta aí uma imagem que quer dizer muito para mim:
as palavras, muitas vezes, me abraçam, me confortam, me dão colo... são verdadeiros oásis em horas de seca extrema! Podem vir da boca amada, da boca amiga, do livro devorado, do acaso. Podem nos machucar também, mas prefiro as que me amam...essas guardo com carinho, como um gole d'agua fresca quando a sede é muita. Ficam guardadas ali, bem perto, para poder escutá-las sempre que necessário.

Que me venha 2009!

Hoje começo meu novo blog, Simples palavras (primeiro nome que me veio, depois vemos isso, certo?),
onde pretendo colocar as tantas idéias que brotam de minha cabecinha oca - linda, rsss, mas oca!
Pretendo colocar aqui textos simples, meus , ou de outros sonhadores como eu,
que estão sempre a procura de algo mais.
De um conforto, de um colo, de um suspiro de alívio,
de uma idéia luminosa que abra o coração para um novo dia, uma nova esperança.
Sinto que 2009 promete.... e eu vou tentar usufruir de todas as chances que a vida me der!
Que 2009 me venha, e entre assim por todos os meus poros!!!
Que 2009 me venha e me inunde de tudo que a vida tem para me dar!!!