sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Comer, rezar, amar


Não sou muito de ler livros da moda, mas esse - Comer, Rezar, Amar, de E. Gilbert - me cativou, me chamou feito um imã...e li. Devorei, na verdade.
Queria ter escrito. Tem um palavreado livre, simples, sincero. E uma história de vida idem. Mostra 3 facetas de uma mulher verdadeira, sem meias palavras, sem meios atos. E tem muito - muito mesmo ! - a ver com meu presente (que está sendo, literalmente, um presente, desses lindos, envoltos em papel dourado e laço vermelho...). Vou reler. Degustar. Encher de marcações pessoais.
Não vou doar, nem emprestar, nem deixar olhar. Por enquanto não! Até que apareça outro e ele perca seu valor, seja esquecido em alguma gaveta...como "quase" tudo na vida.
Mas está mais para ganhar um espaço de destaque, feito aquele amor que vem e vai e povoa nossa mente vez por outra, sem avisar...e que não sai da prateleira das recordações, nunca... nem que se queira...

Um comentário:

  1. acho bom voce ja ir pensando nome do SEU livro....

    ResponderExcluir