sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Boa safra

Sempre escutei isso, desde criança: "hora de plantar, hora de colher". É mais umas das coisas que a gente aprende e não esquece mais. Mais uma das coisas que se odeia quando pequeno, mas que entra em uma de nossas gavetas das emoções e fica lá, aguardando pacientemente, esperando , sem pressa, a melhor hora de sair e nos mostrar que estavam certos.
Tenho plantado muito, dentro de mim e pelo mundo afora. Tenho plantado em muitos campos, as mais variadas culturas, as mais variadas sementes. Muitas vezes foi mais fácil. Em outras, nem tanto: arei a terra , muitas vezes árida, com as próprias mãos.
Algumas vezes reguei com lágrimas. Perdi safras inteiras tentando entender o porque das coisas.
E aqui estou eu, de novo, otimista, firme, e colhendo mais uma boa safra. Safra de lavanda, cheirosa e colorida. O trabalho ainda está pela metade ( colher, separar, armazenar, comercializar, entregar, receber...), mas a satisfação já está garantida, só em ver minha terra , ali, linda, e recheada de prazeres.

3 comentários:

  1. Vendo sua foto e lendo seus textos - não necessariamente nesta ordem - dá uma vontade louca de lhe conhecer. Misterio e beleza.

    ResponderExcluir