terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Sou duas

Ontem fui questionada (de novo) sobre o que quero da vida, que caminho quero seguir, para onde quero ir. Claro que esta pergunta era de fundo estritamente profissional - não poderia ser outra a "preocupação" , vinda de quem veio. Ser pensante que sou, pensei na vida como um todo, o que quero dela, o que espero que ela me traga, se continuar seguindo os misteriosos caminhos de minha intuição. Lembrei até do tal e-mail ( polêmico...) que me pedia para ser mais centrada. E sou, centrada, mas em mim mesma, em meus sonhos.
Sonho, sim, sei disso, já falei isso aqui. Tenho sonhos, muitos, todos. São simples, deliciosamente simples, como já mostrei em tantos textos. Aos olhos dos mais precavidos (serão felizes?) sou uma eterna sonhadora, etérea, sem os pés no chão. Talvez seja uma casca, uma proteção. Ou não: talvez seja eu mesma, cabeça de vento, pés na água...e feliz! Mas, sinceramente, não me vejo fora da casinha, não me vejo solta ao vento, nem se deixando levar. Estou atenta , e aproveitando, o que a vida me dá ( e tem me dado muito!). E me vejo em extremos: suave e forte, tranquila e batalhadora. Não seria esse o equilibrio?
Sou duas, reconheço.
Da porta para fora, sou paixão, vou à luta, piso firme, vou em frente. Da porta para dentro, sou suave, feminina, estou inteira, me entrego total.
Não seria esse o ideal?
E ai me confortam, muito, as palavras de Saramago: "Sempre acabaremos chegando aonde nos esperam'.
Não sei onde, não sei com quem, mas minha alma me diz que é lá que devo chegar. E estou indo!

5 comentários:

  1. Bom dia, minha luz! Adoro quando vejo em teus textos que estás bem. E hoje estás, mais do que nunca, maravilhosamente bem. Quem te questiona é porque não aproveita o que tens de melhor para dar. Cego ele. Não vê em ti teu verdadeiro brilho e nem aprovetia a chance de ser feliz ao teu lado!

    ResponderExcluir
  2. Não és duas, és, sim, uma mulher completa, plena, e isso é que faz de voce uma pessoa tão especial....não muda nada, nem em voce, nem em suas simples palavras!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi "duas".
    Os toques são importantes , mas confie no seu filtro.
    As mudanças são constantes e necessárias. E seu metamorfismo é inevitável , mas direcionavel para o seu deleite.
    Beijos do norte ao sul de vocês duas.

    ResponderExcluir
  4. Duas mulheres em uma só? Difícil resistir... E quando se pode ve-las juntas? quem connhece, sabe, mas não entrega, rssss

    ResponderExcluir
  5. Não sei se acho graça ou fico triste quando os comments não são felizes...mereces bem mais que tudo isso, pela tua beleza e força, pelas tuas palavras sempre tão densas, pelo teu ser tão livre. Mas tenho te visto meio dubia, como se não estivesses vivendo - ou podendo viver - plenamente a Joyce inteira, completa e livre que és. O que te prende?

    ResponderExcluir