sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Tempo de espera

Essa foto tirei em Garopaba, um dos tantos paraísos do litoral catarinense, em dia de ressaca. Praia de mar aberto, forte, viril. Fiquei contemplando os barcos retirados da água, à espera do momento certo de voltar ao mar, de fazer seu papel, como meio e companheiro.
Hoje me sinto assim, melhor que ontem, mas ainda em dias de ressaca. Saudade infinita que nem me cabe mais no peito. Saudade do que ele , o meu mar, me traz de bom e de ruim, dos dias de boa pesca ou de mãos vazias. Mas é bom saber que ele está lá, ao meu olhar ou meu contentamento.
Somos um par.
Eu, na espera de desfrutar.
Ele no vem e vai, fazendo seu papel.

Um comentário:

  1. Lindo texto! Estás cada vez melhor!Simples, suscinta e sábia!

    ResponderExcluir