sábado, 17 de janeiro de 2009

Tempo de espera II

A semana foi puxada, e não consegui ainda fechar o caixa. Tanta coisa junta, tantos altos e baixos, e me pego em pleno sábado achando que não foi o suficiente, que não o foi merecido, que fiquei me devendo. Não que seja uma pessoa que quer muito da vida, mas queria ela inteira.
Queria colher bem a minha safra. Pelo menos a minha. Mas ela anda me chegando aos poucos, como um conta gotas, quando eu esperava uma chuveirada. Na verdade, muitas vezes espero um banho de chuva , daqueles bem prazeirosos, que lava até a alma. Chuva pequena incomoda, fica naquele molha-não-molha...
Frustrações a parte, tenho visto que tenho uma ligação direta com meus pensamentos quando se trata de conseguir as coisas para os outros. Mas , para mim, para conseguir as coisas que quero, a conexão está ainda falha. Então o melhor a fazer é "ir levando", relembrar meus Ps*, pegar as poucas lavandas que tenho colhido e colocar num vaso. Pelo menos para me lembrar que eu estou ali, viva, atenta, tentando.
É, meu amigo, um dia após o outro....que assim seja!
* Paciência, Pensamento positivo, Perseverança, Prosperidade, Prazer...

3 comentários:

  1. Te peço calma, tens muito a dar e receber. A vida é assim mesmo, mas nem deixe passar pela sua cabeça que não sejas merecedora. Só eu sei o quanto...bjs

    ResponderExcluir
  2. Menina! O que que foi isso? Levante a cabeça, mulher de valor! Não se deixe abater!

    ResponderExcluir
  3. Quem le teu texto de ontem e o de hoje se assusta...eu, aqui de tão longe, fico querendo estar perto e te dizer, olho no olho, que mereces o céu. Te lembrar quem tu és, tua força e tua luz, tua beleza ímpar que faz faltar o ar, teu jeito de infinito olhar... quem sabe dessa dor vem uma bela pérola?

    ResponderExcluir