quinta-feira, 26 de março de 2009

Descoberta

Hoje acordei mais apaixonada pela Vida do que ontem. Quem sabe menos que amanhã. Às vezes não me cabe dimensionar tais coisas. Não me cabem simplesmente. Pode ser uma simples música que, descubro, me toca mais profundamente do que eu, ingenuamente, poderia imaginar. Pode ser uma pequena descoberta de saberes sobre o outro, suas fortalezas e suas pequenas fraquezas, sutilezas que me agradam. Sutilezas da delicadeza da Vida, da delicadeza do Tempo, este senhor tão sempre sábio. Alimento-me disso, destas pequenas descobertas, destas pequenas delicias. Degusto-as sem pressa. E me delicio ainda mais , quase em êxtase, na espera de reconhece-las no outro e em mim mesma.
Ah, a Vida...quantas surpresas nela guardadas e quantas ainda esperas de belas descobertas. Feito envelope perfumado, saem delas lindas flores, pequenos presentes...e eu, atenta, as recebo, cheiro e beijo, uma a uma, com paixão.

2 comentários:

  1. Menina... estas cada vez melhor!! Que requinte de palavras e de sentimentos!

    ResponderExcluir
  2. "Feito envelope perfumado, saem delas lindas flores, pequenos presentes...e eu, atenta, as recebo, cheiro e beijo, uma a uma, com paixão." Tens uma nocao tao profunda da vida que emocionas!!! Beijos, minha linda!

    ResponderExcluir