quinta-feira, 2 de abril de 2009

Olhar de crianca

Veio de perto a mensagem com texto de Rubens Alves sobre o olhar. Minha amiga Ana o enviou feito belo abraço em forma de e-mail.
Rubens fala de um tema que me emociona: ter o olhar de criança. Um olhar afinado. Um olhar atento, crédulo. "Aprendemos as palavras para melhorar os olhos", diz ele. Compreendo bem o que ele fala. Sinto isso. Mais: vivo isso, de forma por vezes mais infantil do que esperam de mim. Compreendo no olhar, na sua forma, na sua intensidade, uma visão mais doce e interessada da Vida, sempre tão linda, tão minha.
Não sou sabia, não sou santa, não sou nada alem de uma menina-mulher atenta a ela. E ela, a Vida, essa grande amiga, tem me trazido presentes diários sempre ao alcance de meus olhos, ao alcance de meu coração, de meu corpo, de minha'alma. E eu, esperta, acolho-os, todos. Guardo-os, todos. São meus. E este olhar , por vezes ingenuo, e' meu fio condutor. Meu guia. Meu fio.
Sob o meu olhar de menina-mulher vejo alem. Vejo mais. Vejo de forma doce. Recebo a Vida, acato seus ensinamentos. Sinto-as em todos os seus lugares, em todas as coisas, em todas as pessoas que cruzam meu caminho. Detenho detalhes. Regozijo-me com seus tantos presentes, que vão parar em meu sorriso, sempre largo, sempre fácil, sempre bem. Não que a Vida seja uma maravilha, não que não tenha obstáculos nem voltas, que não tenha nuvens negras, mas sigo olhando para a frente porque sei que a Vida reserva-me ainda muita coisa de bom. E e' isso que me faz seguir em frente, amando-a mais a cada dia, a cada olhar, a cada sorriso que entrego ao outro e ele me da.
Sigo com meu olhar. E ela, a Vida, me agradece.

2 comentários:

  1. Menina-mulher, vontade louca de te conhecer...vontade infinita de te amar...vontade infinita de te beijar e te fazer,enfim, feliz!

    ResponderExcluir
  2. Se teu olhar e ingenuo, santo olhar que nos agracia com sempre belas palavras!Es luz!

    ResponderExcluir