quinta-feira, 9 de abril de 2009

Renovação

Plena Semana Santa e revejo conceitos. Não sou ligada a datas e preceitos sobre o tema, mas a Páscoa, que está logo ai, lembra-me renovação, revisão, passar-se à limpo no caderno da Vida. E para isso, uma parada é necessária, sempre, para revisarmos o que está bom, o que não está, em que podemos ser melhores, sempre.
Já falei muito aqui sobre a troca da casca, a saída da pele, a renovação, se possível diária, do que somos.
Faço-a de forma bem tranquila, sem dor, sem mágoa. De forma não pensada, não calculada, mas simples, corriqueira. Hábito. Penso que a toda hora, a todo momento, várias oportunidades de se reciclar, se repensar, melhorar. É difícil? É. Mas tornando-se um hábito, parece que tira peso do ter que, do dever. Como quem se esfrega com a bucha para renovar a pele e depois se hidrata, assim faço. Fica ali uma pele nova, perfume de orvalho, irrigada de bons sentimentos, gostosa ao toque. Assim pode ser com a Vida. Diariamente - ou pelo menos sempre que sinto a pele enrugada e triste - renovo-me para bem recebê-la. Ela merece, e eu também, que eu a receba com tudo o que tenho de bom. Com o meu melhor.
Ela será mais feliz e eu com ela.
Regra simples de bem amar e ser bem amada.

Um comentário:

  1. Renovar, renascer, ressuscitar, acreditar, rezar. Para isto existe a Páscoa. Tua amiga Ma

    ResponderExcluir