terça-feira, 12 de maio de 2009

Dia

Madrugo. Apesar do cansaço, a Vida me chamou cedo. Madruguei com o galo. Cai da cama, como se diz por ai. Mais uma parte da vida vindo, uma em 365 ou de uma vida toda, tanta.
Meu barco do dia me espera. O que será dele?
Há o conforto de sabê-lo em partes, fragmentos. Fazer café, beijar o filho, caminhar para relaxar o corpo e acionar a mente, organizar o dia, trabalhos a fazer, casa a zelar, um eterno levar e buscar, sair e entrar. Estudos, orientações, correrias, repetições e surpresas. Assim é um dia. O meu, o seu. Aqui, aí, do sul ao norte, leste, oeste. Chuva ou seca, frio calor.
Um novo dia a ser vivido. Bem vivido, se possível. E com ele , tentar ver a paisagem de forma diferente - aquela, que todo dia parece igual. Sentí-la diferente. Pense, não somos os mesmos de ontem. Nossa boca muda a cada beijo, dado ou recebido. Nossa pele muda a cada toque, nosso ou do outro. Nosso olhar está mais brilhante ou ressequido pelo dia de ontem. Nosso cérebro já tem mais informações, boas ou nem tanto. Tem mais sementes, que vão brotar quando a gente regar, com lágrimas de tristeza ou de felicidade.
Abro os olhos, um novo dia me espera. Fragmento de uma vida. Um pedaço dela já está nesta página.
Dou, enfim, bom dia à Vida, agradeço meu abrir de olhos, levanto e vou à luta.
Minhas armas serão meu sorriso e minha garra! Meu escudo, eu mesma, guerreira!
Importante se viver um dia de cada vez
Desvendar um segredo a cada dia
Sentir a vida em cada momento
60 segundos por minuto
60 minutos por hora
24 horas por dia
30 dias por mês
12 meses por ano
Vários anos em uma vida
E tantos segredos a guardar
Lex

2 comentários:

  1. Bom dia, minha linda! Se essa boca muda a cada beijo, guarad um pouco dessa mudança para mim! bjssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Nossa...vc faz poesia de coisas tão banais que me faz parar para pensar. Bom se no meu barco do dia voce fosse a companhi... bem melhor, a vida seria, bem melhor........

    ResponderExcluir