terça-feira, 9 de junho de 2009

Longevidade


Recebo muitos e-mails e vejo muitas matérias tentando ensinar ou ditar as boas regras da tão sonhada longevidade. Comer pouco, andar muito,
beber muita água.
Mas tenho minhas teorias, apesar de ainda não estar conseguindo levar ao pé da letra: bom humor. Noto o quanto a falta dele me faz mal - e a tantos outros. Como me zera o cérebro quando o deixo ficar. Quanto meu corpo o sente, e dói , e segura meus movimentos. Retrai meus músculos, começando pelos faciais.
Acelera minha respiração, retesa minha nuca, trava meu maxilar.
Feito veneno.
Pior ainda é saber que pode ser controlado, e não o faço. Deixo-me abater pelas armadilhas da vida que eu mesma deixei montar. E foram tantas, tantas vezes as mesmas, sempre repetidas que, se caio,
deve ter algum motivo.
Mas voltando a falar de coisas boas - já destravando o maxilar, tenho plena certeza em mim que meu antídoto para a velhice é o bom humor. O rir, ou pelo menos sorrir de tudo, ainda mais de mim, de meus atos tolos e desmedidos. Juventude vem de não levar a vida tão a sério, já dizia o livro do qual li o prefácio e joguei em alguma gaveta. Juventude vem do sorrir para a Vida, mesmo que ela não compreenda (e mesmo assim me ame!).
Juventude vem da palavra bendita que puxa o sorriso do outro.
É a paixão pelo saber, pelo bem querer, pelo bem amar. É paixão pelo bem viver.
Essa é a Dona Joana, 120 anos estampados nessa cara feliz.

Quero chegar lá - ou até a onde a Vida me levar - com esse sorriso nos lábios . Com esse gargalhar libertador. Com essa fome de viver cada dia de uma vez. Um viver simples, ao lado de um amor caseiro, doce e liberto, que me faça sorrir seja lá qual for o motivo - talvez uma simples troca de olhar.
Quero sorrir como Dona Joana,
pelo simples fato de estar viva e poder comemorar.

4 comentários:

  1. Bom dia, meu elixir da juventude!

    ResponderExcluir
  2. Voce, com certeza, tem um belo humor e vai longe nesta vida.Quem sabe do meu lado! bjs mineiros

    ResponderExcluir
  3. Tens alguma duvida de que vais longe? Sinto em ti um humor sadio e inteligente, coisa rara, que me encanta. Sabes viver. Levas a vida sem grandes ressaltos.Mas tudo isso é fruto do que plantas. E de ti só poderá vir deliciosa colheita...

    ResponderExcluir
  4. Para mim serás sempre uma menina. Tua alma é de menina. A vida sabe disso e te recompensará!

    ResponderExcluir