terça-feira, 21 de julho de 2009

Pau de enchente


Estou pagando com a língua, como dizem por ai. Uma das maiores reclamações dos tempos de adolescente - hoje nem me atrevo mais - era da capacidade de minha mãe em ir parando pelo caminho, conversando com um, cumprimentando o outro, puxando papo adiante. Chamávamos de "pau de enchente", que vai passando e se engalhando, juntando coisas pelo caminho.

Hoje pago com a língua. Sou igual. E como é bom ser pau de enchente! Não que pare pelo caminho para cumprimentar conhecidos - estou longe da marca da matriarca nesse quesito. Meu "hobby" é me ater aos desconhecidos. Puxo papo daqui, paro para fazer uma observação ali e lá vem a conversa. Não sei seus nomes, nem de onde vem, alguns no máximo o que estão fazendo na hora, feito os garis das ruas. Gosto de saber das coisas, do papo improvisado, do saber desprevenido. Do conhecer sem preconceito. Da empatia da hora. Não me preocupo com o depois. Não em preocupo com a troca de cartões de visita
(a não ser que esse seja o objetivo da hora).
Bem já dizia a música, bem já cantava Elis: somos como nossos pais.

Eu, como minha mãe. Pau de enchente. Uma enchente não de tragédia, mas de alegria. Uma enchente que inunda meu caminho de cores variadas, sotaques e sorrisos. Uma enchente que traz alegria para mim e, espero , para quem pego no correr das águas de bom humor que há em mim. Extravaso o que sou. Extravaso a Joyce serelepe e curiosa que há em mim. Não há neste gesto, como pensava, nada de exibicionista, nem de pretencioso.
Apenas um viver. Um bem viver. E um fazer sorrir.

Um comentário:

  1. Êta menina curiosa!!...heheheee
    ...dos que tem prazer de viver,
    vida serve pra isso...
    falar com todos e querer
    fazer amizade sem compromisso
    o dia que a gente gasta,
    nos vem do dia que a gente passa,
    sem ver que todos por nós vem ser
    a vida que somos e saber
    aquilo que fazemos por dizer
    sempre que queremos fazer
    há de ser sempre assim porque
    nós estamos neste mundo pra viver...rsrsss
    ...deu pra entender?
    huahuahuahuaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir