sábado, 15 de agosto de 2009

Viagens


Hoje vou fazer umas das coisas que mais gosto: viajar. Uma viagem curta, nem interessa, mas viagem. Saio para qualquer uma delas com meu espírito de criança ativado. Levo na mala curiosidade e olhos atentos, como sempre. E meu sorriso de contentamento.
Hoje , na verdade, farei duas. Uma por estradas jamais vistas aos meus olhos de poeta. Vou subir a Serra do Rio do Rastro que, por si só, já faz do meu passeio uma dádiva. Conheci suas curvas com olhos de menina e olho vou revê-la após tantos anos. Matar as saudades do belo que a imponente me traz.
E vou fazer uma viagem ao maravilhoso mundo do vinho. Uma vinícola me espera, com todo o charme que lhe é pertinente. Poesia pura, das videiras no campo formando desenhos às uvas furta cor ao sol. Do local, magnífico, ao néctar sendo produzido. Poesia em terra, tijolo e vinho.
Hoje farei muitas viagens, talvez muitas mais além do que imagino. Estou de alma leve, pronta para a aventura.
E fez um lindo dia de sol. Parece que até São Pedro está do meu lado. Quer ver sua menina feliz! Meu presente do dia, embrulhado com papel dourado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário