quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Alerta

Estudar Semiótica - aliás, com um mestre que sabe garantir de nós toda a atenção - fez-me apaixonar ainda mais pelas palavras. Seus vários sentidos, seus tantos significantes, suas dualidades, suas dicotomias, ali, ao alcance de meus olhos e de minh'alma. Um jogo, uma brincadeira, um mergulho ao fantástico mundo dos sentidos. Amei.
Deve vir dai minha paixão pelas palavras. Como sempre digo, bem escritas e bem ditas. Apaixono-me pela forma clara que me vêm. Apaixono-me pela clareza de ideias, ainda mais se forem de forma suscinta. Poucas palavras dizendo muito. Uma palavra dizendo tudo. Que dom tem certas pessoas em fazer delas poema...
E tão poucas se importam com isso. Tão poucas pessoas se importam em bem escrever. Tão poucas lêem. Vejo isso ao meu redor, essa preguiça interna, essa inércia, essa falta de atenção que se retrata no mal escrever. Palavras tão simples, estas, do dia a dia, sendo trucidadas pelo simples desinteresse de conhecê-la.
Uma pena. Uma língua tão singela, tão poética, tão sonora quanto a nossa sendo apagada. Que me perdoem o poetinha, pela paródia mal feita, e os maus leitores pelo alerta grosseiro, mas escrever correto é fundamental! Que me perdoem meus leitores pelos meus erros.
E que me apontem!

Um comentário:

  1. Bom dia, luz do meu dia! estive fora, não te acessei. E fiquei triste, por ti. Sinto que não estás feliz e isso me dói. Deixa a vida ir passando, ela sabe do teu valor, só está te testando, ok? Olha no espelho e vê a mulher maravilhosa que ali está, da qual raros são dignos.

    ResponderExcluir