sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Cadê?

Estou irritada e ao mesmo tempo rindo das armadilhas da vida, e de como , mesmo se programando, as coisas vem como querem!
Hoje vou a outra cidade falar sobre tendências. Faz parte de meu trabalho. Programei-me para levantar sem pressa, fazer as coisas de forma pensada, em meio ao meu próprio silêncio interior. Qual erro! Todos da casa levantaram cedo - até o cachorro que costuma levantar tarde! Acordei, já, com o barulho assustador da porta do meu quarto, não prevista em meus mais terríveis sonhos (aliás, ainda sonhava quando o fato se deu...). E com mil perguntas impertinentes e desnecessárias. A pergunta do dia é: azedo ou dou a volta por cima? Minha vontade era de voltar para cama e recomeçar tudo de novo...
Procurei meu silêncio, precioso e necessário, em vão. Meu silêncio programado e útil. Mas tenho o dia pela frente, quem sabe me recupero. Tenho - delícia! - uma noite sozinha em um hotel. Uma noite só para mim, cheia de cremes, escritas ou de nadas. Uma cama grande e cheirosa ao meu inteiro dispor. E amanhã um acordar calmo, meu, egoisticamente meu.
Enfim, só meu!
Procurei meu silêncio de hoje, mas acho que ele se assustou com a correria da vida...
espero que volte amanhã!

Um comentário:

  1. Atualizando-me em teu blog (o emprego novo faz com que eu fique afastada dele por semanas....) vejo que nestes últimos dias andastes cheia das pessoas, das rotinas.. das mesmices, não é? Amiga, nada de "azedo" e sim DA A VOLTA POR CIMA! Infelizmente ou felizmente, é assim que funciona o negócio. Bjs Ma

    ResponderExcluir