terça-feira, 22 de setembro de 2009

Mudança

Hoje começa a primavera. Quem me contou foram os passarinhos que estão desde cedo a cantarolar. Para quem presta atenção ao seu redor, esta estação é de preparação, de semeadura, saindo da hibernação pela qual passamos, sim, no inverno. A natureza é sábia também neste ponto: um ciclo, entre prepara-se (outono), hibernar (inverno), semear (primavera) e colher (verão).
Também pode, e deve, ser assim na vida. Saindo das cobertas do frio, para nós não tão rigoroso, é hora de despertar. Planejar, arar a terra e nela colocar as sementes do que queremos no verão. Do que queremos no nosso verão, não este de calor pura vivacidade e sim o de dentro de nós, nossa energia máxima. Do que queremos para nós. Tempo de abrir a casa, limpá-la, deixar o novo tempo entrar.
E eu quero Vida. Muita Vida. Vou arar meu solo com garra, com as próprias mãos e tantas armas. Vou à luta. Quem sabe assim venha uma bela colheita na próxima estação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário