sábado, 26 de setembro de 2009

Vagar


Sou uma mulher cheia de pecados capitais. Um deles, e sempre forte , é a inveja. Já falei de muitas aqui. Confesso mais uma: invejo quem viaja. E nem estou falando de grandes viagens ao redor do mundo. Pode ser para qualquer lugar que não se conheça. Aos olhos de muitos, a coisa mais fácil. Aos meus, somente sonhos.
Vejo nelas, nas viagens, um aprendizado maior. Conhecer lugares, línguas e sotaques, trejeitos, pessoas, modos de vida. Conhecer novos sabores e cheiros. Provar de cada lugar tudo o que tem para me dar. Saborear dos outros seus saberes, todos.
Tenho um apetite voraz.
Meus olhos brilham quando assisto algo sobre outros países na TV. Ou quando converso com amigos de longe. Saber mais como se vive na Bélgica e no Marrocos. Como se sobrevive na selva amazônica ou da tal pescaria no Pantanal. Deliro ao saber, feito curiosa criança.
E não me bastam grandes centros nem pontos de turista. Quero mais. Quero os conheceres não catalogados, nem lembrados pelos viajantes de hotel.Viajar para mim é sair da zona de conforto, da zona de mesmice. E, criativa como sou, faço muitas,
mesmo sem sair do lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário