terça-feira, 6 de outubro de 2009

Presente


Hoje amanheceu um dia meio estranho. Fez-me lembrar algo antigo, como que tirado de um baú.
Lufadas de vento quente em meio ao dia frio, pinceladas de amarelo no céu meio fechado. E um silêncio inacreditável, como se anunciasse mudanças, de tempo ou de vida.
Ao caminhar, senti como se estivesse sozinha no mundo, como se envolta com uma redoma. Estranha, deliciosamente estranha. Compartilhando comigo mesma tão mágico momento.
Quem sabe seja um presente de Deus. Quem sabe eu presente. Tem momentos que é melhor curtir, sem tentar entender, nem escrever sobre.
Melhor aceitar o presente, desembrulhá-lo e só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário