sábado, 17 de outubro de 2009

Rega


"Devemos agradecer às pessoas que nos fazem felizes; são elas os jardineiros encantadores que fazem nossas almas florescerem".
Recebi e amei. Tenho muitos, graças ao cara que inventou a Internet - deveria ser canonizado ou receber o Prêmio Nobel da Paz. Vou do Chile ao Marrocos, com direito a escala na Bélgica em três toques. Torno-me, meio na marra, uma poliglota universal. Uma viajante do mundo. Crio aqui meu esperanto de saberes. Sei do deserto e de suas cores através de um amante da vida, ao mesmo tempo que "escuto" sobre muitos lugares de alguém que já viveu para viajar. Da Bélgica, muito do país de lá na "voz" de um ator que lava e passa suas próprias roupas.
Mundo louco. Deliciosamente louco. Sei da amiga que não vejo a tempos, do amigo que ficou para trás. Sei que hoje chove em São Paulo, mas que o sol estão torrando em Recife. E que o calor de Manaus está infernal... São eles, todos, meus jardineiros. Regam minh'alma todos os dias com suas mensagens encantadoras, seus sorrisos virtuais mas cheios de calor real.
Como é real meu sentimento de também regá-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário