sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Sábias

Tem dias que tenho a plena certeza de ter alma de criança. Basta uma coisa qualquer para me deixar alegre e saltitante boa parte do dia. Feito criança que se diverte horas a fio com uma tampa da garrafa ou boneca velha.
Vejo nisso a prova de que a vida pode ser leve. Pensamento ingênuo, sim, mas saudável. Conheço poucas pessoas que estão sempre de bem com a vida, e elas, prestem atenção, são "infantis". Não tem a pedância, que engessa, dos adultos. Não perdem tempo com palavras difíceis de entender. Nem o peito estufado para dizer quem é. Crianças simplesmente são. Tem sorriso fácil. São facilmente agradadas pela vida. E nisso, uma sabedoria imprópria para maiores. De cabeça, não de idade. Nas almas ditas infantis, muito dela. Há de se saber encontrar.

Um comentário:

  1. Acho que tbm me encaixo aí...
    jah percebeu,neh?Facin...facin poderia
    ter escrito esse tbm! hehehehehe Tah ficando
    cada dia mais afiada...adoro isso...
    "I love tu"

    ResponderExcluir