quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Bom dia, Vida!

Hoje acordei particularmente feliz. É aniversário de uma pessoa que prezo muito, que tem uma importância enorme em minha vida, mesmo não estando ao meu lado. Uma pessoa que me incitou a tirar de mim meu melhor. Que me ajudou a ser quem sou. Que me ensinou o caminho do Amor. Que me ensinou a amar as palavras e a própria vida. Ensinou -me sobre a Vida, assim, maiúscula, vivida com intensidade e paixão.
As nossas pegaram caminhos diferentes. Mas ainda assim reconheço nela meu prumo e meu chão, meu fio condutor. Devo a ela minha sensibilidade, meu bem querer. Devo a ela um sentido maior ao que dizem viver. Com ela, vejo as palavras com letra maiúscula. Com ela, leio nas entrelinhas. Com ela, sinto mais cada passo no chão. Com ela, sinto-me. Vivo. Sou.
Hoje acordei particularmente feliz. Talvez seja a Vida me dando o Bom Dia do resto de nossos dias. Talvez seja a Vida me dizendo que me Ama. Talvez seja a minha fé, hoje reforçada, de que temos ainda muita vida pela frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário