quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Desabafo


Por vezes, muitas delas, sinto-me completamente ingênua frente ao mundo. Recebo um e-mail que diz "tudo vai dar certo", que me enche de alegria e do que sou, uma menina. Outro fala de perigos, de golpes, trazendo para nós os medos, tantos. Fico me perguntando o porquê das coisas ruins. O que nos leva a apostar nelas, a escutá-las e a cada dia nos fecharmos mais à vida e à felicidade?
Vivo como se numa redoma, e por isso muitas vezes criticada. Talvez eu esteja errada e todo o mundo seja mal. Talvez eu esteja certa e, sendo otimista, estaria vedada a tais manifestações ruins. Talvez o bom atraia o bom. Assim como meu sorriso, sempre atento, atrai outros. Atraiu gente feliz. Ou quem fica feliz com ele. Quem dera.
Mas, nego-me a me enclausurar. Nego-me a tornar-me desconfiada. Nego-me a olhar o mundo por detrás das grades. Nego a crer que não tem mais saída. Que não tem mais volta. Meus músculos faciais são meus amigos e meus defensores. Quem sabe o lado mal da vida se assusta e me deixa passar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário