terça-feira, 10 de novembro de 2009

Hóspede


Mais uma vez fui contemplada com um ninho de passarinho na varanda da minha casa. O ritual se repete todos os anos e já ficamos esperando tal momento. Os cuidados para receber os hóspedes temporários são muitos, desde silêncio até leveza na faxina. Acompanhamos o dia-a -dia, da construção do ninho ao revoar dos filhotes. Cuidamos para que não haja nenhum intruso e torcemos pelo futuro dos novos habitantes dos céus. Fica no adeus o ninho ali vazio nos lembrando de momentos tão doces. Poucos e rápidos, mas bons.
Engraçado esse apego a coisas tão simples. Mas nelas, muito a dizer, muito a ensinar.
Do respeito ao carinho. Do bem amar.

Um comentário:

  1. Pensei que fosse só na minha casa.Um casal de pássaros fez o ninho em um arbusto na minha sacada.Acompanhei desde o início:o modo como foi feito, o chocar dos ovinhos,o nascer dos filhotes e o primeiro vôo deles.
    Quanta dedicação...
    Torço para que estejam bem a espera de outros tão encantadores hóspedes.
    Meg

    ResponderExcluir