sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Cabeça cheia


Queria descobrir o que tira a minha energia. Acordei como que se atropelada por um caminhão carregado de preguiça. O corpo pesado, a cabeça vazia e uma necessidade sem tamanho de nada fazer. Pode ser hormonal, diria a médica. Pode ser o inferno astral, diria meu terapêuta. Ou posso ser só eu mesma fugindo do que tenho para fazer. Ou coisas da natureza, já que até o sol , de pirraça, não veio.
O que fazer nestas horas? Entregar-me aos braços dos lençóis ou revidar saindo para uma corrida? Ah, que bom se a gente se entendesse consigo mesmo. Se , já ao abrir de olhos, ali estivessem as respostas. De como seria o dia, do porque estou assim. Das faltas e dos excessos. De mim.
Hoje é sexta, não sábado nem domingo. Minha mesa repleta de papéis e de listas, as tantas que faço e não cumpro. E ideias de textos saindo pelo ladrão....
É isso! Ideias!
Culpo-as enfim: o que me tira a energia é querer sentar e só escrever...
tirar esse peso de meu coração...

Um comentário:

  1. Nossa ao ler o seu post me senti assim...como se fosse eu mesma a passar por isso,será coisa de mulher rsrsr.....mas adorei o seu blog vou visitá-lo sempre.
    beijos e um bellíssimo final de semana.

    ResponderExcluir