segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

País do futebol

Olhando para a TV, vendo meu país parar para ver um jogo de futebol, fico aqui pensando que bom seria se tivéssemos essa garra, essa vontade, para resolver algumas mazelas bem piores que nos assolam. É um juntar de vontade, de grito, de incentivo ao time jamais vista em qualquer outra situação para nós. Não nos incomoda a corrupção e a fome, a violência urbana e infantil. Imaginei esse povo todo que grita nos estádios em passeata nas ruas para pedir o fim de tantos problemas, brigar por uma causa. Com certeza conseguiríamos tudo.
Porque temos vergonha de lutar por direitos óbvios, mas não de chorar e de descabelar por um time?
Não os culpo, também tenho minhas vergonhas. Já me descabelei também, em frente a muitos jogos da Copa. Ou por meu filho em muitos momentos. Gritei de me descabelar. Mas já mais lutei por qualquer causa em plena praça pública. Jamais levantei meu punho para qualquer causa. Sou do tipo que muito fala e pouco faz. Como todos nós.
Talvez torcer pelo time seja um ópio. Anestésico natural de sabermos quem somos. Talvez nos baste, como já disseram, pão e circo. E seja no estádio nossa redenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário