quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Férias

Da Vida, sou gulosa. Quero dela cada breve momento...
Sentir seu cheiro e seu gosto, antes que passe o caminhão dos dias...
Essa frase me veio assim, de rompante. Como uma verdade a ser dita. Acho que é meu jeito de falar que amo esse frescor - de ideias e de calor - que me vem pela manhã. Isso para mim já são férias: acordar cedo, no silêncio da vida, sentir os primeiros impulsos de minh'alma e de minha mente. Acordei feliz, sem o peso do dia-a-dia.

Mas não pense que estou de boa, como dizem por ai. Tenho, sim, muitas coisas a fazer, a resolver. Mas antes que suba o sol e que o calor das horas as traga até mim feito enxurrada, vou navegando a meu contento nas águas calmas de meu amanhecer. Deixando minha imaginação voar alto, solta, sem destino certo. Deixando meus pensamentos dançarem a vontade no salão vazio de meu acordar. Essa liberdade, mesmo que pouca, não quero perder.
Oásis. Vida. Alimento. Meu bem viver...

Nenhum comentário:

Postar um comentário