quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Presente


Ontem ganhei o dia. E em um lugar totalmente inesperado. Uma resposta de que estou no caminho certo. De que certas coisas , tão pequenas, valem muito a pena.
Sempre disse, e repito, que gosto das pessoas simples. Adoro cumprimentá-las quando passo por elas porque respondem, sim, ao meu anseio, dando um bom dia com vontade, olhando na minha cara. E dessa maneira vou conhecendo e sendo reconhecida.
Meu "causo" hoje é sobre um senhor de certa idade que trabalha em um supermercado. Junta os carrinhos de compras deixado pelos clientes. Trabalhava em outro, onde invariavelmente eu o cumprimentava. Um dia avisou que tinha sido demitido e eu o animei. Sempre nos víamos no bairro, ele sempre gentil, eu sempre interessada.
Há um tempo atrás foi contratado por outro mercado, onde compro hoje. E lá estava ele a "me" servir com seu trabalho e seu sorriso ao me ver. Hoje, ajudando-me com as compras, pediu licença para falar. E com os olhos cheios de luz - e os meus cheios de lágrimas - disse que eu era uma pessoa que iluminava os seus dias. Ah, e que eu estava cada vez mais linda...
Quanta meiguice nascida de um simples bem tratar. Quanto sorriso leal recebo de garís e carregadores, dessa gente comum que parece invisível a tanta gente.
Quanto respeito , quanta admiração.
Assim se ganha o dia...E há ainda quem não acredite que a felicidade vem de um imprevisto...

2 comentários:

  1. Uma boa forma de alimentar o narcisismo.

    ResponderExcluir
  2. carisma é isso darling....
    Bj,
    meg

    ResponderExcluir