quarta-feira, 10 de março de 2010

Encaixe


Ah.... eu e minha mania de achar texto em qualquer assunto. Ontem, chegando de avião, vi na cidade, assim, vista de cima, tanta história para contar. O como as casas se encaixam, num jogo orgânico, fechando o quebra cabeça. E o balé fluído das fileiras de carros. O quanto de história para contar em cada casa, cada beco que, assim de longe, parecem tão poéticos. À distância, tanta poesia, tanto romantismo, feito fotonovela. De perto, nem tanto.
Mas a distância sempre dá esse ar de perfeição, de facilidade. Tudo, visto de longe, parece tão mais perfeito. Tudo, visto de fora, tão fácil de resolver. E a cidade me dá lições para a vida. Se até ela se encaixa e convive com suas imperfeições, porque não eu? Porque não nossa vida?
Ah, se nos deixassemos levar, tão mais fácil. Como a cidade que cresce, que anda, que funciona bem a seu jeito, levar a vida. Deixar ela acontecer.
Aprender a ter calma e deixar as peças se encaixarem da melhor forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário