terça-feira, 8 de março de 2011

Rara



Hoje, como todas sabem - os homens, talvez, nem tanto, só os que ainda, por ventura, estão na fase da conquista - é o Dia Internacional da Mulher,. Assim, em letras pomposas, para ver se dá mais sentido.
Oito de Março. Oito, número de realização. Conforme pesquisa rasa, mas não menos curiosa, nasceu das  manifestações das mulheres russas por "Pão e Paz" , melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada do seu país na Primeira Guerra Mundial. A ideia de celebrar um dia da mulher já vinha desde os primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, sempre no contexto das lutas de mulheres por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto. Na antiga União Soviética, durante o stalinismo, virou elemento de propaganda partidária. Nos países ocidentais, a data foi esquecida por longo tempo - dos 1920's aos 1960's, e somente recuperada pelo movimento feminista. Nessa data, os empregadores, 'sem certamente pretender evocar o espírito das operárias grevistas do 8 de março de 1917', costumam distribuir rosas vermelhas ou pequenos mimos entre suas empregadas'.
Patrões adoçando 'criadas'.
Já o ano de 1975 foi designado pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e dois anos depois, eis que surge , enfim, o merecido Dia Internacional da Mulher, para lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres, mas também a discriminação e a violência a que muitas delas ainda são submetidas em todo o mundo.
Somos lembradas como batalhadoras, ou fomos, até virar mera 'festa comercial', disputando ser a maior data em que se vendem flores, tendo como rivais o dia das mães e o dia dos namorados. Ou era para ser. Hoje, quando muito, somos lembradas com uma flor na rua, dada nas calçadas. Quem sabe na porta de uma loja, como quem entrega um folheto qualquer de propaganda, cara amarrada. Recebemos e-mails de empresas que querem nos impressionar. Ou, quem dera, de apaixonados mais atentos, flores reais ou virtuais. Mas ninguém lembra de tantas batalhas que começaram por nós - melhor dizer por elas, pois minhas batalhas são parcas e egoístas. Ninguém lembra de tantas anitas que empunharam armas em prol de algo maior, de tantas joanas queimadas, de tantas mulheres desaparecidas exatamente e tão somente por lutar. Tantas rosas que esperaram dias ou anos para viver seus amores separados. Tantas antes mães hoje avós rodando na caminhada corajosa e nunca cansada à espera de saber de seus amores levados em prol de 'nada'. Nem de leilas que mostraram que a gravidez é linda. Nem de tantas outras que perdem a vida 'por amor'. Mulheres que, por um motivo ou por outro, foram  - são! - nossas heroínas. Nem nós mesmas. Estamos muito ocupadas em fazer o nosso mundinho girar...
Hoje, no Brasil, todo mundo sabe que é feriado. Mas de carnaval. A bloco das Mulheres vem bem lá atrás. Mas, enfim, dia lindo. Dia de lembrar desse seres maravilhosos que trazem ao mundo um todo, o novo, depois de meses a encubar. Lembrar como flores, que enfeitam, alegram, e perfumam por onde passam. Mas também como joias, raras, pedras trabalhadas pelo tempo e  pela vida, eternas força e beleza lapidadas. E sonhar que encontremos, sempre, cedo ou tarde, um amado-amigo-amante que  mereça de nós o nosso melhor...
Ah, mas a gente tem , ainda, tanta coisa para falar...

Eu apenas queria que você soubesse
Que aquela alegria ainda está comigo
E que a minha ternura não ficou na estrada
Não ficou no tempo presa na poeira

Eu apenas queria que você soubesse
Que esta menina hoje é uma mulher
E que esta mulher é uma menina
Que colheu seu fruto flor do seu carinho

Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta
Que hoje eu me gosto muito mais
Porque me entendo muito mais também

E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora
É se respeitar na sua força e fé
E se olhar bem fundo até o dedão do pé

Eu apenas queira que você soubesse
Que essa criança brinca nesta roda
E não teme o corte de novas feridas
Pois tem a saúde que aprendeu com a vida

Eu apenas queria que você soubesse
Que aquela alegria ainda está comigo
E que a minha ternura não ficou na estrada
Não ficou no tempo presa na poeira

Eu apenas queria que você soubesse
Que esta menina hoje é uma mulher
E que esta mulher é uma menina
Que colheu seu fruto flor do seu carinho

Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta
Que hoje eu me gosto muito mais
Porque me entendo muito mais também

Letra da música "Eu apenas queria que você soubesse" , do imortal Gonzaguinha












9 comentários:

  1. Eu acredito na luta e na oportunidade,muitas lutaram pelo que temos hj,mas a luta não para, seremos sempre "mulheres" pra muitos...

    "O futuro tem muitos nomes.
    Para os fracos é o inalcansável.
    para os temerosos, o desconhecido.
    Para os valentes é a oportunidade"
    (Victor Hugo)

    ResponderExcluir
  2. Joyce...pedra rara, raríssima...
    Juntas em uma só o que queremos para nós: beleza, delicadeza, força!
    Exemplo a ser seguido, não como heroína perfeita e sim exatamente por isso: mulher. Com tudo o que vem incluso nisso. Pacote fechado, e como falas, embrulhado para presente!
    Moves muito mais que "um mundinho parco e egoísta". Não vê? E só ler seus textos e ver que o que você move é muito mais!
    Flores e joias para você!

    ResponderExcluir
  3. Joyce, mereces como ninguém ser homenageada neste dia!
    Linda!!! Poderosa!!! Querida!!!
    Fazes nosso dia melhor! Uma luz! Alegria e pura coragem de viver!
    Flores para ti!
    Ana

    ResponderExcluir
  4. UHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU ! E pra Joyce nada? Tudo!!!
    Deixando o fusuê de lado, queria agradecer à sua mãe rssss Sem ela, a gente não desfrutaria de tão bela presença, pela virtual.
    Curto teu blog, me alimento dele todo dia antes de vestir a roupa de guerreira do dia!levo comigo um pouco de você, bela sintonia!
    Ah, e PACO, MEU FILHO SUMIDO, VÊ SE TOMA TENTO e faz essa mulher feliz,se não a praga será de muitas hahahaha
    Mia

    ResponderExcluir
  5. "Eu apenas queria que você soubesse" a grande mulher quem és!
    Merecedora de todas as flores e joias que só um grande homem pode dar!
    Cariño...

    ResponderExcluir
  6. "Compañera usted sabe puede contar conmigo no hasta dos o hasta diez sino contar conmigo. Si alguna vez advierte que a los ojos la miro y una veta de amor reconoce en los míos no alerte sus fusiles ni piense que deliro a pesar de esa veta de amor desprevenido usted sabe que puede contar conmigo.
    Pero hagamos un trato nada definitivo yo quisiera contar con usted es tan lindo saber que usted existe uno se siente vivo. Quiero decir contar hasta dos, hasta cinco no ya para que acuda presurosa en mi auxilio sino para saber y así quedar tranquilo que usted sabe que puede contar conmigo." Mario Benedetti

    Paco

    ResponderExcluir
  7. Paco...me dedicando Benedetti...dia de chorar hoje?

    ResponderExcluir
  8. ..."es tan lindo saber que usted existe uno se siente vivo"...
    Paco, quiero decir que queda tranquilo...usted sabe que puede contar conmigo!
    Besos...

    ResponderExcluir
  9. Non parlo benne gli spangnolo, ma è bello conoscere un uomo che fà la vitta essere veramente bella e una moglie veramente moglie...

    ResponderExcluir